Versão em Português Version in English

Proteja seu condomínio.

  • Nas reuniões e assembléias de condôminos devem ser decididas as normas de segurança que serão adotadas, sendo difundida a todos os moradores, caso contrário as mesmas perdem a eficiência.
  • Sempre que possível o acesso de estranhos deve ser restrito a um horário determinado e com todas as cautelas disponíveis.
  • Os porteiros e zeladores, devem ser orientado quanto aos diferentes horários em que os delinqüentes costumam atacar, e dever ser capacitados para tomar as devidas providências com o máximo de urgência quando necessário.
  • As entradas de serviço, social e garagem do imóvel, devem ser bem iluminadas, obras de arte deve ser evitadas, além do cuidado com a decoração e jardinagem que obstruam a plena visão do local.
  • A entrada dos apartamentos também tem que ter boa iluminação, controladas do interior da residência. As portas devem possuir olho mágico e ser bem sólidas, além de outros dispositivos que permitam a observação deste vestíbulo.
  • Em caso de emergência, o interfone auxilia o morador a comunicar a presença de indivíduos indesejados ou suspeitos em seu “hall” de entrada.
  • Caso haja prédios próximos ou contíguos, pode ser feita uma ligação entre os interfones das portarias ou zeladorias. Até mesmo um simples alarme pode ser acionado no momento de perigo solicitando auxílio.
  • O mesmo alarme acústico, luminoso ou sonoro pode ser instalado em casa vizinha, comércio ou local externo, à vista dos moradores da vizinhança, com divulgação da instalação do mesmo.
  • A seleção de pessoal que trabalha no condomínio e do pessoal doméstico e deve ser rigorosa, com pesquisa dos trabalhos anteriores dos candidatos e cuidadosa verificação das  referências. De preferência deve-se manter a máxima discrição quanto aos valores existentes na casa.
  • Os serviçais podem sofrer ataques a noite e ser forcados a abrir portas que possuam chaves, portanto, nunca deixe as chaves dos aposentos com seus empregados, para não ser surpreendido.
  • A entrega de flores, encomendas, correspondência, etc, que não tenha sido pedidas ou que não estão sendo esperadas devem ser recusadas, ainda que o entregador se apresente acompanhado pelos empregados do condomínio.
  • Instrua o pessoal da portaria quando estiver aguardando a entrega de alguma encomenda. Quando for receber alguém que não conheça, faça nas áreas comuns do prédio, à vista de funcionários da portaria.
  • Ao sair e ao chegar, fique alerta para a presença de pessoas estranhos nos arredores do seu prédio. Qualquer suspeita deve ser comunicada imediatamente à Polícia, que sabe analisar a informação e tomar as devidas providências.
  • Se for surpreendido por assaltantes nos arredores de casa, não discuta nem encare os atacantes. Se houver oportunidade, diga a eles que por exigência do seguro você não guarda nada de valor em casa, e que esta esperando visitas.
  • Procure ter de maneira fácil os telefones e a localização da Delegacia de Polícia de seu bairro;
  • Se você for parado por alguém que diz ser policial, exija que o mesmo lhe mostre sua cédula de identidade funcional. É uma garantia sua e seu direito.

Seguindo estes conselhos você poderá evitar os transtornos da falta de segurança que nos cerca todos os dias.